Foi sancionado, nesta quarta-feira (21), o texto da medida provisória que reformula o Programa Nacional de Microcrédito Produtivo Orientado (PNMPO). O objetivo da MP 802, relatada pelo deputado federal Otavio Leite (PSDB/RJ) e aprovada por unanimidade na Câmara dos Deputados, é simplificar e modernizar a concessão de crédito para os pequenos empreendedores.

Um dos avanços no texto do deputado Otavio Leite foi a inclusão das FINTECHS e dos agentes de crédito, constituídos como pessoas jurídicas nos termos do CNAE, entre as entidades autorizadas a participar do PNMPO. Além disso, o valor máximo de receita bruta anual do público-alvo passou de R$ 120 mil para até R$ 200 mil.

Veja mais notícias sobre fintechs do setor:

A regulamentação das fintechs de crédito
Startups de empréstimos lideram os negócios no mercado brasileiro de fintech

Para Otavio Leite, a Lei 13.636/18 trará um importante avanço para o pequeno empreendedor, pois a rede bancária – muito mais capilarizada – poderá levar crédito para quem está na ponta.

“O conteúdo que aprovamos moderniza a legislação, desburocratiza, diminui custos operacionais e permite o acesso mais direto de empreendedores populares a financiamentos. O sistema financeiro estará muito mais diversificado com a presença de FINTECHS, OSCIPs e dos chamados correspondentes bancários. É um importantíssimo instrumento para o empreendedorismo social, que precisa existir em larga escala, movimentando a economia, gerando atividade produtiva e renda”, finalizou Otavio Leite.

Quer conhecer mais sobre as InsurTechs que estão mudando o setor de seguros no Brasil? Participe do InsurTech Brasil, um encontro onde o mercado se reunirá para discutir os próximos passos da inovação nessa indústria. Garanta sua vaga aqui.