O EBANX, fintech de Curitiba especializada em pagamentos, recebeu um aporte de US$ 30 milhões do fundo norte-americano FTV Capital. O EBANX, criado em 2012, oferece meios de pagamentos locais para que consumidores de países na América Latina consigam fazer compras em sites internacionais como o AliExpress e o Airbnb.

Em 2017, o EBANX processou US$ 1,2 bilhão em transações transfronteiriças e alcançou 30 milhões de usuários nos países onde opera. Com crescimento médio anual de 80% nos últimos 3 anos, a fintech espera expandir suas operações para o Equador, Uruguai, Paraguai e Bolívia, ainda no primeiro semestre de 2018, e abrir um novo escritório em São Francisco, nos Estados Unidos. Ela já atua no Brasil, México, Argentina, Chile, Colômbia e Peru; e possui escritórios em Curitiba, onde é a sede da fintech, São Paulo e Londres.

Veja o primeiro aporte em fintech de 2018
Confira os investimentos em fintechs brasileiras em 2017

É a primeira vez que o fundo FTV Capital investe em uma empresa brasileira. Com o aporte, o EBANX pretende se beneficiar da rede de serviços financeiros da FTV e de sua experiência em escalar negócios globais. É também o primeiro investimento institucional que o EBANX recebe. Como parte da transação, Robert Anderson, da FTV Capital, irá juntar-se ao conselho diretivo do EBANX, e Chris Winship, também da FTV, passará a ser um observador do conselho.

Segundo Robert Anderson, da FTV Capital, a integração por API do EBANX é singular e simplifica a aceitação de pagamentos de modo que várias marcas globalmente reconhecidas já aderiram a seus métodos de pagamentos. “Estamos muito entusiasmados por fazer parte dessa próxima fase do crescimento do EBANX.”