Expectativa da Insurtech é de alcançar 5% de market share até o final de 2019

Está planejando a viagem e pensando em deixar o seguro de lado? Então saiba que uma simples fratura nos Estados Unidos, por exemplo, pode custar 20 mil dólares. Nessas horas, ter uma assistência eficaz faz toda diferença. Por isso, o seguro viagem é o novo produto da Ciclic, fintech especializada em previdência e seguros. Com a expectativa de alcançar 5% de market share até o final de 2019, o lançamento tem um processo descomplicado, preços atrativos e coberturas personalizadas, cobrindo as despesas mais comuns em todos os destinos.

A startup aposta em melhorar a experiência do usuário no momento da escolha do plano, além de oferecer um atendimento diferenciado durante o pós-venda. O intuito é auxiliar o cliente a escolher o seguro ideal para o destino, em uma cotação rápida e simplificada, mantendo um foco na satisfação do cliente após o contrato.

“A ideia é recriar essa experiência de forma que fique claro o que está sendo comprado pelo cliente, sem pegadinhas. Além disso, temos a preocupação de apresentar planos que assegurem a melhor cobertura no local de destino. Sabemos que imprevistos acontecem e nos propomos a entregar o seguro adequado ao cliente de acordo com cada viagem”, ressalta Raphael Swierczynski, CEO da Ciclic.

A cobertura depende do plano escolhido, mas todas abrangem as exigências dos locais e incluem ainda extravio de malas, voos cancelados, entre outros imprevistos. A diferença entre as opções é a cobertura médica e odontológica, que varia de acordo com o destino do viajante e com o plano escolhido. Para oferecer uma diversificação aos clientes, são oferecidos 3 tipos de planos em cada cotação.

De acordo com Raphael, a presença da Ciclic no mercado de seguros de viagem tanto nacionais quanto internacionais é estratégica em meio ao crescimento do setor, que segundo a Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV) registrou penetração de mais de 30% nas viagens internacionaisno ano passado. Para 2019, a expectativa é que esse índice aumente ainda mais.

“O seguro viagem é obrigatório na Europa devido ao Tratado de Schengen. Muitos países não têm um sistema único de saúde, como o Brasil, onde o acesso é gratuito. Essas e outras informações ainda não são de domínio da população e a falta de conhecimento pode acabar com uma viagem e ainda gerar uma grande dívida. Ninguém deveria sair do país sem um seguro viagem contratado.”, avalia o CEO da Ciclic.

Todas as informações referentes à cobertura constarão no bilhete enviado pelo e-mail informado pelo cliente no momento da compra e também disponível na área logada, a qual o usuário acessa com login e senha.

Também é possível entrar em contato de qualquer lugar do mundo gratuitamente pelo número 0800 001 5253. Durante o período de viagem, o atendimento é 24 horas, sete dias por semana, com atendimento em português. 

O Seguro Viagem da Ciclic poderá ser adquirido via cartão de crédito. A compra está disponível na versão web e mobile do site  www.viagem.ciclic.com.br

Quer conhecer mais sobre as InsurTechs que estão mudando o setor de seguros no Brasil? Participe do InsurTech Brasil, um encontro onde o mercado se reunirá para discutir os próximos passos da inovação nessa indústria. Garanta sua vaga aqui.