O escritório tem cachorros, videogame, biblioteca e espaços inusitados para reuniões para os mais de 350 funcionários

Crédito foto: Karin Salomão

São Paulo – O cartão roxo está de casa nova. O Nubank, empresa brasileira de cartão de crédito, ocupa um prédio inteiro em Pinheiros, São Paulo. O escritório tem cachorros, videogame, biblioteca e espaços inusitados para reuniões. Com mais de 414.000 pessoas na lista de espera, o número de funcionários não para de crescer – hoje são mais de 350. Por enquanto, nem todos os andares do prédio estão ocupados, já que a reforma está acontecendo aos poucos, acompanhando o crescimento da empresa. Veja nas fotos a sede do Nubank.

2. Novo em folha

O Nubank acabou de se mudar para um prédio em Pinheiros, São Paulo. Hoje são cerca de 350 funcionários e esse número cresce toda semana. Essa é a recepção, decorada da cor da empresa.

3. Apertado

O primeiro escritório ficava na Rua Califórnia no Brooklin. Logo ficou pequeno demais e a equipe do Nubank, então com 33 pessoas, precisou se mudar para a Avenida Brigadeiro Luís Antônio em 2014, onde a capacidade máxima era de 110 pessoas. Pouco mais de um ano depois, a empresa já tinha mais de 300 funcionários. “As pessoas se acotovelavam nas mesas e as salas de reunião ficaram lotadas de gente trabalhando”, diz Cristina Junqueira, diretora e co-fundadora do Nubank. Em homenagem ao passado, duas das salas de reunião foram nomeadas de Califórnia e Brigadeiro. Na foto, está o térreo da sede nova, com um grande sofá e um quiosque de sucos e snacks saudáveis, em um ambiente muito mais amplo do que as sedes anteriores.

4. Quente e frio

Sauna e Geladeira também são nomes de salas de reunião no escritório. São homenagens a ambientes das antigas sedes, uma em que o ar condicionado era muito forte e outra na qual não funcionava. A temperatura do ambiente de trabalho é um assunto sério no Nubank. Depois de cruzar dados de pesquisas, a empresa descobriu que 22,5° C é a temperatura média preferida entre os funcionários. Um colaborador menor aprendiz faz medições da temperatura de diversos ambientes, em vários momentos do dia. Ele insere os dados em uma planilha do Excel para se certificar que a temperatura se mantém a mesma. Há uma série histórica de todas as temperaturas medidas desde a mudança para a nova sede, há alguns meses.

Algumas salas de reunião são tudo menos tradicionais. Essa, recheada de pufes, tem paredes de fitas plásticas transparentes. É um espaço principalmente para reuniões de brainstorming, que costumam ser mais descontraídas. Tão descontraídas que essa sala recebeu o nome de Galhardo, um bar ao lado da sede anterior onde aconteciam diversas reuniões de trabalho.

Outro ambiente informal é esse espaço para reuniões e apresentações. Os sofás e plantas rodeiam o lugar, que fica tão agradável que muitos escolhem trabalhar aqui ao invés de nas suas mesas.

7. Inspiração

A decoração da nova sede ficou por conta da Cristina Junqueira, diretora e co-fundadora. Ela buscou ideias em diversas viagens ao Vale do Silício, visitando de startups a gigantes de tecnologia para conhecer sua cultura e ambientes de trabalho. A Zappos, empresa de comércio eletrônico de produtos esportivos, foi uma das principais inspirações, assim como o Airbnb. Aqui, estão três sofás diferentes, feitos sob encomenda para a sede do Nubank.

Os ambientes não são divididos por paredes, mas sim pela cor dos carpetes. Há três cores, cada uma com três tons diferentes, além da base cinza. O azul é para ambientes de trabalho. O verde indica que aquele é um espaço de descontração e o roxo aponta uma sala de reunião. O carpete é um dos itens mais caros do mobiliário: ele foi importado de um fornecedor que tinha as cores mais brilhantes e só foi instalado recentemente.

A sala de treinamento dos Xpeer, responsáveis pelo atendimento ou experiência do usuário, foi inspirada no lounge da Jet Blue em alguns aeroportos nos Estados Unidos, com sofás mais baixos.

Cada time, chamado de “squad”, recebe um orçamento para decorar o espaço de trabalho do jeito que quiser. A equipe de métricas e ferramentas internas investiu em lanternas japonesas e um frigobar personalizado, que pode ser visto ao fundo.

Para personalizar o espaço de trabalho, a equipe de Recursos Humanos, chamada de People’s Operation ou POP’s, decidiu fazer uma brincadeirinha com a sua sigla. A sala é toda decorada com a temática de pop art e quadros feitos por ilustradores.

Assim como diversas empresas mais modernas, os diretores não têm salas separadas. Essa é a mesa de Cristina Junqueira, ao lado da equipe de comunicação e mídias sociais do Nubank.

Para estimular a criatividade, a equipe de comunicação muda de lugar a cada 15 dias. Bonecos, como minions ou personagens de jogos de videogame, são itens bastante comuns na decoração do escritório.

Aqui está a equipe de contas e pagamentos, que ajuda os clientes com as principais dúvidas nesse assunto. Como o Nubank é o primeiro cartão de créditode muitas pessoas, a empresa desenvolveu essa equipe para melhorar o atendimento.

O escritório do Nubank é rodeado de janelas, para permitir a entrada de luz natural e economizar energia elétrica. Também não há divisões internas entre salas ou espaços. Por isso, a sede praticamente não tem paredes lisas. As poucas paredes internas, assim como os armários, são revestidos de um material específico para permitir a escrita com canetas de quadro branco. Aqui, os funcionários escrevem fórmulas e códigos de programação e organizam fluxo de trabalho e tarefas mais urgentes com a ajuda de post its.

16. Saudável

Cada andar tem uma pequena copa com geladeira para lanches e café. Diariamente as cozinhas são equipadas com um carregamento de maçãs, além de frutas como kiwi, carambola, morango, banana, entre outros.

A sede tem diversas varandas como essa espalhadas pelos andares. Além de servir como um fumódromo, o ambiente também recebe as happy hours e outras comemorações. Nos escritórios anteriores, o happy hour acontecia nas sextas-feiras. Hoje, como a empresa cresceu muito, já não é mais possível reunir todos em um único dia. Por isso, as equipes combinam suas festas entre si.

As festas anuais da companhia são festa junina, Halloween, aniversário do Nubank e de fim de ano. A mesa de pique-nique tem um centro vazado, onde são colocados o gelo e as bebidas.

Seguindo uma tendência dos Estados Unidos, o Nubank tem um banheiro neutro, sem distinção de gênero. “A nossa comunidade LGBT é bem forte”, disse a diretora.

Vídeo game, mesa de pebolim e de sinuca. Ao invés do tradicional cafezinho, é assim que os funcionários do Nubank relaxam durante o expediente. Até o feltro da mesa de sinuca foi feito sob encomenda – a cor precisava ser roxo, a mesma do cartão de crédito e cor tema da empresa.

Na foto, outro ambiente do salão de jogos. Para deixar o ambiente ainda mais agradável, os funcionários podem trazer seus cachorros para a sede, desde que eles sejam bem treinados e que seus colegas não tenham medo ou alergia. Um deles é o Lost, um dos primeiros membros da equipe do Nubank. Ele foi encontrado na rua por um dos funcionários e ficou sendo o mascote oficial. Atualmente, cinco cachorros passeiam pelo escritório.

Em contrapartida à sala de jogos, a biblioteca é o ambiente mais silencioso de todo o escritório. É um espaço para trabalhar de forma concentrada, sem a interferência dos ruídos inevitáveis de escritórios abertos. Uma vez que o Nubank acabou de se mudar, as prateleiras ainda estão vazias. Mas a ideia é formar uma biblioteca comunitária para trocas de livros.

O centro do prédio é vazado. Do espaço de café do térreo, é possível ver todos os andares. Na entrada para cada piso, foi grafitada uma imagem que remete à cultura da empresa. Aqui, estão números e fórmulas, que representam a programação por trás do cartão de crédito.

A entrada para o oitavo andar tem um grafite que remete ao atendimento ao cliente. Ainda que seja uma empresa digital, o Nubank se preocupa em ter um contato pessoal com o cliente para surpreendê-lo. Entre as surpresas que já foram feitas, estão o envio de cartas escritas à mão e uma sanduicheira enviada de presente a um cliente. Leia mais sobre esse atendimento aqui.

O grafite do térreo mostra o “roxinho”, o cartão de crédito do Nubank. No dia da visita de EXAME.com à sede da empresa, havia 414.000 pessoas na lista de espera para conseguir o cartão.

26. Veja agora

Quer conhecer mais sobre as InsurTechs que estão mudando o setor de seguros no Brasil? Participe do InsurTech Brasil, um encontro onde o mercado se reunirá para discutir os próximos passos da inovação nessa indústria. Garanta sua vaga aqui.