A ​Conta Simples​, fintech que oferece serviços bancários para micro e pequenas empresas, chega ao mercado como conta digital especialmente criada para facilitar a vida de das microempresas e pequenas empresas que prestam serviço no país.

Trata-se de uma conta de pagamento, modalidade que facilita a inclusão no sistema financeiro e oferece um conjunto de soluções bancárias para os maiores ‘gargalos’ das empresas. A meta da empresa recém-chegada ao mercado, é de abrir mais de 30 mil contas nos próximos 12 meses.

“A Conta Simples nasceu para ser 100% focada no público de PJs, com uma conta digital que oferece tudo o que um pequeno empresário precisa, como cartão corporativo, folha de pagamento, sistema de cobrança e, em um futuro próximo, ofereceremos crédito para capital de giro”, diz Rodrigo Tognini, co-fundador da Conta Simples.

Economia chega à 92% usando a Conta Simples

Quando se fala dos desafios enfrentados pelo empreendedor brasileiro, há sempre um lugar reservado para a queixa sobre o alto custo dos serviços bancários. A reclamação faz sentido. A diferença entre os altos valores cobrados por grandes bancos comparados aos preços da fintech Conta Simples chega a uma economia de até 91,89%.

É o que revela levantamento realizado pela conta digital pj, que oferece serviços bancários para micro e pequenas empresas, abrangendo o custo de manutenção da conta, emissão de boleto e realização de TED (transferência eletrônica disponível) dos 40 maiores bancos tradicionais do Brasil, com base nos dados do Bacen.

A emissão de boletos, por exemplo, chega a custar R$ 20,00 na instituição mais cara, sem contar outros custos como liquidação ou protesto. Já o custo por TED (Transferência Eletrônica) pode chegar em R$ 21,95 no Banco do Brasil. E manutenção de conta, tarifa cobrada para ter a conta ativa no banco pode chegar para o PJ até R$ 55,00 no Itaú. Enquanto a Conta Simples ​não cobra manutenção e ainda disponibiliza 2 ted e boletos gratuitos por mês​.

Cartão de crédito sem custo

Um dos principais atrativos da Conta Simples é a pronta disponibilidade de um ​cartão internacional Visa, sem custo de adesão​. “Bancos tradicionais não liberam um cartão de crédito para empresas em fase inicial. Eles pedem um histórico de movimentação da empresa, o que não faz sentido, uma vez que ela acabou de ser constituída. O empreendedor acaba usando o cartão pessoal, o que prejudica tanto a empresa quanto as finanças da pessoa física”, lembra Tognini.

Além disso, um dos grandes diferenciais da Conta Simples é uma ferramenta de cobrança integrada à conta, oferecida de forma totalmente digital e gratuita, para ajudar na gestão de recebimento e fluxo de caixa dos PJs, assim como um produto de aplicação automática do saldo da conta com rentabilidade de 100% do CDI.

Todo o serviço é oferecido sem nenhuma taxa de manutenção. Na Conta Simples, os clientes podem usar a funcionalidade de pagar boletos, contas e impostos e fazer 2 transferências todos os mês, para as demais com cobrança de tarifa de R$ 2,99. “Estamos criando uma experiência de banco exclusivo para o pequeno e microempresário que até então só as grandes empresas conseguiam nos bancos tradicionais”, diz o fundador da solução bancária.

Fim da burocracia bancária

Foi a partir da experiência pessoal de Tognini na abertura de uma conta jurídica, enfrentando burocracia e muita lentidão, que surgiu a ideia de criar uma solução para o segmento de micro e pequenas. “Ao abrir meu primeiro CNPJ, em 2017, logo precisei de uma conta jurídica. Fiz o pedido de abertura e enviei todos os documentos ao banco: o processo levou mais de 30 dias”, conta.

Diante da burocracia, lentidão e falta de transparência dos bancos no atendimento às pequenas empresas, ele decidiu desenvolver a Conta Simples. Trata-se de um mercado volumoso. “Só em 2018, o Brasil teve mais de 2,5 milhões de CNPJs abertos, ou seja, mais de 2,5 milhões de pessoas com dificuldade em simplesmente abrir uma conta PJ no banco”, ressalta.

Mais benefícios para os clientes

Outro benefício exclusivo oferecido aos clientes da Conta Simples são parcerias com diversas empresas , entre elas Conta Azul, sistema de gestão online, Octadesk, sistema de atendimento, Pipedrive, plataforma CRM com foco em gestão de vendas, Tax Tech, sistema de recuperação de impostos, além de serviços que ajudam ajudam as empresas com estratégia de marketing.

Quer conhecer mais sobre as fintechs que estão mudando o setor de Crédito no Brasil? Participe do Cred-Tech Brasil, um encontro onde o mercado se reunirá para discutir os próximos passos da inovação nessa indústria. Garanta sua vaga aqui.