Contabilizei, maior escritório de contabilidade para micro e pequenas empresas no país, acaba de receber um aporte no valor de R$ 75 milhões, resultado de uma rodada liderada pelo fundo norte-americano Point72 Ventures, que pela primeira vez investe no mercado brasileiro. A rodada contou ainda com a participação de outros fundos internacionais – IFC (International Finance Corporation), instituição membro do Banco Mundial; Quona Capital; Quadrant e Fintech Collective.

Com o aporte recebido, a empresa com escritórios em Curitiba e São Paulo dá mais um passo para concretizar seu propósito de democratizar os serviços de contabilidade para micro e pequenos empresários no Brasil por meio da oferta de produtos e serviços sem burocracia, viabilizando o sucesso dos negócios. O montante também será destinado à área de atração de talentos, ampliando o quadro de executivos da fintech.

Os fundos participantes desta quarta rodada de investimento se unem a Kaszek Ventures, e.Bricks, Endeavor Catalyst e Curitiba Angels, que já haviam realizado aportes previamente e hoje compõem a lista de apoiadores da empresa.

Líder no segmento de contabilidade on-line, a Contabilizei tem atualmente mais de 200 funcionários e uma base com mais de 10 mil clientes nas principais cidades e capitais do país. Fundada por Vitor Torres em 2013, a empresa garante todas as obrigações legais em contabilidade, incluindo cálculo de impostos, envio de declarações obrigatórias como IRPJ e demais relatórios contábeis com eficiência e segurança. Em cinco anos de atuação, a plataforma da Contabilizei já processou mais de R$ 2 bilhões em faturamento de seus clientes, gerou mais de R$ 500 milhões em impostos e proporcionou uma economia total de R$ 250 milhões em serviços contábeis.

Com isso, a redução dos custos de contabilidade para o empresário pode chegar a até 90%, segundo levantamento realizado com clientes que migraram para o serviço. A Contabilizei oferece ainda o serviço de abertura de empresas de forma gratuita para novos empreendedores e hoje soma mais de 5.000 CNPJs criados nessa modalidade em todo o país.

“Nosso objetivo é simplificar a rotina do empresário para que ele possa focar no próprio negócio e não em burocracia. Estamos apenas no começo e em três anos queremos crescer 15 vezes mais”, afirma Vitor Torres, CEO e fundador da Contabilizei.

Recentemente, a Contabilizei foi eleita a empresa de contabilidade mais inovadora do mundo e uma das dez empresas mais inovadoras da América Latina pela FastCompany, a principal marca de mídia de tecnologia e informação.

“Fomos pioneiros na desburocratização da contabilidade no país e conseguimos fazer isso com uma qualidade que supera 98% de satisfação dos nossos clientes”, acrescenta Torres.

O mais recente investimento recebido também atesta a confiança do investidor no país. “No Brasil, um dos maiores entraves para pequenas empresas é atender às exigências fiscais”, ressalta Pete Casella, diretor de investimentos em fintechs e serviços financeiros na Point72 Ventures. “Ao criar uma plataforma de serviços financeiros automatizada e a uma fração do custo de um contador tradicional, acreditamos que a Contabilizei estabeleceu uma relação de alta confiança que permitirá atender os clientes de diversas formas inovadoras nos próximos anos.”

“As empresas de pequeno porte gastam em torno de 2.000 horas por ano para cumprir obrigações fiscais no Brasil, onde são as mais altas do mundo”, acrescenta Jonathan Whittle, sócio da Quona Capital. “Estamos satisfeitos em apoiar a Contabilizei no propósito de reduzir a complexidade e os custos tributários e contábeis para micro e pequenos empreendedores no Brasil, fornecendo a eles as ferramentas e os recursos de que precisam para prosperar.”

Quer conhecer mais sobre as fintechs que estão mudando o setor de Crédito no Brasil? Participe do Cred-Tech Brasil, um encontro onde o mercado se reunirá para discutir os próximos passos da inovação nessa indústria. Garanta sua vaga aqui.