A insurtech aumentou sua receita em 12 vezes e bateu recorde ao reembolsar em 3 minutos

Assim como acontece em diversos setores da economia, as startups querem simplificar e personalizar o mercado de seguros, propondo novas formas de cobertura e oferecendo uma flexibilidade maior. Foi indo de encontro a essa transformação que os empreendedores Igor Mascarenhas, Lucas Prado e Rafael Oliveira criaram a Pier, uma empresa de tecnologia que oferece proteção diferente da convencional para o mercado de seguros. A insurtech começou a operar em 2018 oferecendo seguros para aparelhos da marca Apple e hoje a cobertura se estende para mais de 50 modelos das linhas Samsung Galaxy J, A, S e Note.

No último ano, a insurtech ultrapassou barreiras geográficas e conquistou consumidores em todos estados brasileiros, crescendo 12 vezes sua receita e atuando em mais de 800 cidades do país. Além disso, a base de clientes registrou crescimento contínuo de 20% ao mês durante o período e hoje são mais de 12 mil membros ativos. “Ultrapassar os 10 mil membros foi um marco importante, pois mostrou que por trás do seguro da cobertura inteligente, relações de honestidade e busca por levar uma experiência sensacional, esteve sempre o nosso desejo de fazer o melhor para nossos membros, de fazer sempre o que é certo”, conta Lucas Prado, cofundador da Pier.

A plataforma funciona como uma comunidade, onde só entra quem é convidado. Uma vez aprovado, o segurado paga mensalidades a partir de R$6,50 pelo seguro. “Como não temos intermediários, conseguimos ter uma relação transparente com nossos membros e explicamos exatamente o que cobrimos e como funciona”, afirma o empreendedor.

O CEO Igor Mascarenhas ressalta que um grande diferencial da insurtech é o modelo de contratação, realizado online e no qual o usuário pode contratar o plano pelo período que quiser, além de escolher o tipo de cobertura desejada. “Se quiser contratar apenas para o período de férias, por exemplo, é possível fazer. Além disso, deixamos ele escolher a porcentagem de cobertura, que varia de 100% a 80% do valor de um aparelho semi-novo”. Outro diferencial é a rapidez no tempo de reembolso, que costuma ser 6 vezes menor que o limite estabelecido pela Susep. “Na Pier, 80% dos reembolsos são pagos em até 5 dias. Recentemente batemos o nosso recorde que até então era de 5 minutos reembolsando um membro em apenas 3 minutos”, conta ele.

Em 2 anos, a startup colhe histórias de agradecimento por parte dos membros e há também o caso de um celular devolvido depois que o membro, mesmo tendo recebido o reembolso após roubo, o recuperou. “Quando criamos a Pier já tínhamos ouvido uma série de histórias negativas relacionadas a seguros. Resolvemos criar uma solução descomplicada e que cobrisse furto simples, já que o mercado não costuma fazer isso. Além disso, desde o início focamos em honestidade. Nós escolhemos confiar”, explica Prado.

Em 2019 foram realizados mais de 70 mil pedidos de convite e, para esse ano, a startup, que atua como estipulante da Too Seguros, pretende crescer ainda mais abrindo as portas para novas modalidades de seguro, como para automóveis, por exemplo.

Sobre a Pier:
A Pier oferece um seguro digital baseado no conceito de comunidade com foco na experiência do cliente, proporcionando uma opção mais flexível e sem burocracia. Em poucos minutos é possível contratar a proteção e cancelar – direto no app, não há carência, os valores estão na home do site para quem quiser ver e o reembolso é muito rápido. A startup tem como objetivo levar mais leveza à vida das pessoas e estar presente, futuramente, em todas as áreas que requerem seguro.

Quer conhecer mais sobre as InsurTechs que estão mudando o setor de seguros no Brasil? Participe do InsurTech Brasil, um encontro onde o mercado se reunirá para discutir os próximos passos da inovação nessa indústria. Garanta sua vaga aqui.