Um negócio antes improvável para muitos começa a ganhar contornos de realidade. A maior corretora do Brasil, a XP Investimentos, pode negociar uma parcela da empresa para o maior banco privado do país, o Itaú Unibanco.

As negociações estariam sendo lideradas pelo próprio Roberto Setubal, atual presidente do conselho de administração do banco, após outras tentativas do banco não agradarem aos sócios da XP. Guilherme Benchimol e os atuais sócios da XP que já disseram publicamente em diversas ocasiões não estariam dispostos a abrir mão do controle da instituição.

O IPO da XP Investimentos 

Nos últimos meses a XP Investimento está focada no lançamento de seu IPO (oferta inicial de ações na bolsa de valores) com roadshows com investidores começando nesta quinta-feira. Segundo as projeções da empresa o valor da XP está entre R$ 12 bilhões e R$ 15 bilhões.

O porder de compra do Itaú

O Itaú Unibanco ultrapassou em dezembro o Banco do Brasil (BB) em ativos totais, tornando-se o maior banco do Brasil. No 1º trimestre desse ano, registrou lucro líquido recorrente de R$ 6,176 bilhões no primeiro trimestre deste ano. Um crescimento 6,17% em comparação com o 4º trimestre de 2016, quando o lucro foi de R$ 5,817 bilhões. Mas apesar dos resultados positivos e de ter fechado março com mais de R$ 60 bilhões em excesso de capital a empresa tem que correr contra o tempo e o IPO da XP se quiser controle da corretora.