A ideia é apresentar conteúdo educacional para que os brasileiros aprendam como guardar e se relacionar com o dinheiro

A Diin, fintech que incentiva o micro investimento no Brasil, e o site Dinheirama, que produz conteúdo sobre educação financeira desde 2007, estão juntos em uma parceria que pretende transformar os brasileiros em investidores. Como? Ensinando como  investir, e mostrando como conseguir uma vida financeira mais saudável. 

“Estamos felizes com essa sociedade. A Diin tem todo o know-how de um aplicativo feito para ajudar os brasileiros a pouparem dinheiro, que vai ao encontro da filosofia do Dinheirama, algo que estamos trabalhando há muito tempo”, destaca Conrado Navarro, Fundador do Dinheirama.

Sendo um dos principais veículos com conteúdo financeiro, o site Dinheirama atuará com a produção independente de conteúdo e entrará dentro das ferramentas existentes na Diin propondo um novo guarda-chuva de soluções.

“A Diin nasceu com a missão de ajudar os brasileiros a pouparem o seu dinheiro, mostrando que é possível trilhar um caminho sem dívidas. Essa parceria vem para aumentar a qualidade dos nossos serviços com um novo olhar sobre educação financeira”, diz Monica Saccarelli, CEO-Fundadora da Diin.

Segundo Monica e Navarro, os usuários Diin e seguidores do Dinheirama podem esperar grandes novidades a partir de agora. “Essa parceria precisava acontecer. Seguimos o mesmo objetivo já faz tempo. Por isso, essa união era mais do que prevista, tenho certeza de que será um sucesso”, destaca Navarro.

Sobre a Diin
Lançada em 2018, a Diin é uma fintech que viabilizar o micro investimento no Brasil. Com ela é possível investir a partir de R$ 1 em títulos públicos, sem taxa de administração. O objetivo é ajudar os brasileiros a criarem o hábito de poupar pequenos valores, incentivar a formação de uma “reserva” monetária para diminuir o endividamento e ser o passo inicial para futuros investimentos que possam ser mais rentáveis.

O usuário Diin tem acesso a um organizador financeiro, que ajuda a entender onde estão alocados os gastos (em categorias) trazendo o resultado de quanto se pode guardar no mês. Também são disparadas dicas de comportamento financeiro e melhor uso do dinheiro. Para quem gosta de desafios, foi desenvolvido dois: o 7 e 21 dias, no qual o usuário guarda pequenas quantias durante esses períodos, para melhor se adequar e criar de forma leve o hábito de guardar dinheiro.

À frente desta inovação estão os ex-sócios da corretora Rico, Monica Saccarelli e Frederico Meinberg, que idealizaram o modelo inspirados em fintechs americanas e em pesquisas que realizaram no Brasil. Tamanha facilidade tem atraído cada vez mais usuários de diferentes perfis que desejam guardar dinheiro para conquistar seus objetivos.

Sobre o Dinheirama
O Dinheirama surgiu em 2007, como uma forma de expressar os caminhos financeiros escolhidos por seus sócios, Conrado Navarro e Ricardo Pereira, naquele momento um blog em um ambiente com quase nenhuma referência online de conteúdo de educação financeira.

O pioneirismo deu origem a uma empresa especializada em educação financeira com foco em melhorar o nível de conhecimento econômico de cidadãos e empresas através de conteúdos, cursos e palestras. Com linguagem simples e descomplicada, assuntos ligados à economia, educação financeira e finanças pessoais são tratados de forma natural e esclarecedora.

Quer conhecer mais sobre as fintechs que estão mudando o setor de Crédito no Brasil? Participe do Cred-Tech Brasil, um encontro onde o mercado se reunirá para discutir os próximos passos da inovação nessa indústria. Garanta sua vaga aqui.