Programa de Aceleração Visa, empresa global de tecnologia de pagamentos, escolheu as quatro startups que participarão do Programa em 2020. Durante o Pitch Fest, um grupo de 11 empresas pré-selecionadas apresentou suas soluções a uma bancada formada por executivos da Visa e convidados do mercado. Deste total, as escolhidas que participarão da edição 2020 do Programa de Aceleração com duração de cinco meses são:

Grão
Grão desenvolveu um aplicativo que ajuda a melhorar a relação das pessoas com o dinheiro, com objetivo de aumentar o conhecimento sobre educação financeira e ganhos financeiros por meio de aplicações mais seguras. A startup foca no público desbancarizado e classes de baixa renda e busca educar e trazê-los para dentro do sistema econômico financeiro, evitando o endividamento pessoal.

Logstore
Logstore é uma plataforma de atendimento que capacita as marcas a vender e entregar em um apenas um click. O app guia o cliente na loja física (‘Waze’ indoor) onde indica a localização dos produtos, quantidade em estoque e a rota de coleta. O objetivo da startup é entregar uma experiência única multicanal no ponto de venda, para que clientes possam Encontrar produtos facilmente, Pagar usando o celular e Finalizar as compras sem filas.

Vivenda
Vivenda, ao se tornar 100% digital, avança no caminho de estruturar o setor/mercado de reformas para a população de baixa renda do Brasil. A plataforma se torna um ambiente de negócios entre a indústria da construção civil e o varejo, alinhando mecanismos financeiros, prestadores de serviços e o consumidor final. A plataforma busca oferecer crédito para pessoas de baixa renda sem garantias, e soluções reformas com qualidade técnica.

Xerpa
Xerpa é a primeira empresa a oferecer salário sob demanda no Brasil, através do Xerpay. A plataforma permite que o trabalhador acesse seu salário dos dias já trabalhados, antes da data de pagamento, e também o 13º referente aos meses trabalhados, antes do final do ano. O Xerpay é um benefício financeiro que as empresas oferecem aos colaboradores, como uma alternativa ao endividamento. Dessa forma, diminui o estresse financeiro do colaborador e, consequentemente o turnover, além de aumentar a produvidade no trabalho. 

“Neste quarto ano do Programa de Aceleração, nos surpreendemos com a qualidade e a maturidade das startups selecionadas. Enxergamos em todas um grande potencial para trazer novidades e soluções aos consumidores e aos nossos emissores, credenciadores,  estabelecimentos comerciais e parceiros. Esperamos poder auxiliar cada vez mais com o crescimento das startups selecionadas construindo um relacionamento com outros hubs de inovação e com o ecossistema de pagamento”, declara Percival Jatobá, vice-presidente de Inovação e Soluções da Visa do Brasil. 

Novidades em 2020 

Com as startups selecionadas, será dado início ao processo que tem duração de cinco meses. O programa, que antes era realizado de forma presencial, passará a ser totalmente virtual. Durante o programa, as startups poderão ter mentorias com o time da Visa e executivos de mercado que tiverem sinergia com as soluções das empresas. Além disso, as selecionadas passarão pelo Bootcamp – etapa em que as startups reavaliam sua estratégia. Essa etapa foi adaptada e agora ocorrerá de forma personalizada, com sessões individuais. 

Outra novidade para as selecionadas é com relação à etapa internacional, que era realizada no Vale do Silício, e agora passará a ser remota. A etapa  foi repensada com o objetivo de trazer os melhores temas de cada um dos hubs globais de inovação, como Tel Aviv, Londres, Singapura e Nova York. Outra novidade é a criação da etapa de diagnóstico com o fundo ONEVC, gestora de Venture Capital baseada em São Francisco com escritório em São Paulo, para ter um raio X da startup do ponto de vista de um investidor logo no início do Programa. 

Para mais informações sobre o Programa de Aceleração Visa 2020 acesse: www.visa.com.br/programadeaceleracao

Sobre o Programa de aceleração Visa

O Programa de Aceleração Visa é uma iniciativa da Visa do Brasil, empresa líder em pagamentos digitais no mundo, que tem como objetivo fomentar o ecossistema de startups no País e promover o empreendedorismo, inovação, talento e tecnologia. Além de acelerar as startups, a Visa tem o papel de auxiliá-las em sua atuação junto ao mercado e gerar conexões e negócios. O programa acontece desde 2017 e está na sua quarta edição. Já passaram por ele 66 startups, sendo que 29% já fecharam negócios através do Programa. Até o momento são 28 negócios fechados, sendo 50% destes negócios com parceiros Visa, 46% com a própria Visa e 4% entre as startups.

Quer conhecer mais sobre as InsurTechs que estão mudando o setor de seguros no Brasil? Participe do InsurTech Brasil, um encontro onde o mercado se reunirá para discutir os próximos passos da inovação nessa indústria. Garanta sua vaga aqui.