Por Fernanda Kiehl e Tiago Ferraro,

Quem mora ou morou fora do país já se deparou com essa situação: precisava mandar dinheiro pra casa (ou melhor ainda, receber ? ) e ficou na dúvida de qual seria a maneira mais prática e barata. As poucas opções de empresas que fazem transações internacionais, são A) super caras e/ou B) apresentam péssimas cotações.

Como normalmente essas situações nos pegam de surpresa, não restava grandes opções e o jeito era fazer a transferência e deixar quase 10% do valor enviado (ou recebido) de presente para a operadora.

Nós por exemplo já utilizamos algumas vezes o Western Union, que apesar de ser bastante eficiente e estar presente em diversas partes do mundo, tem uma taxa de conversão altíssima.

Mas nem tudo está perdido!

A surpresa veio no ano passado, quando entramos em contato com uma nova start-up, a Transferwise. O que os criadores da Transferwise fizeram, dois estonianos, é tao simples e revolucionário, que eles já receberam investimentos milionárioss de pessoas como Sir Richard Branson. Pra ter uma noção da magnitude, o valor de mercado da Transferwise já ultrapassa o US$1 bi!

COMO FUNCIONA

mandar dinheiro para o exterior sem pagar muito

A Transferwise não transfere o dinheiro entre dois países, ao invés disso eles deixam o dinheiro dentro do próprio país para serem utilizados em transações locais, e assim conseguem cortar as taxas dos bancos.

Por exemplo, vamos supor que nós, aqui na Inglaterra, precisamos enviar 100 dólares pra Natália, uma amiga que está no Brasil; enquanto isso, uma outra pessoa, a Camila, que mora no Brasil, precisa mandar 100 dólares para sua filha Maria, que também mora na Inglaterra. O Transferwise então vai pegar os 100 dólares de Camila e depositar na conta da Natália no Brasil, e vai pegar os nossos 100 dólares aqui da Inglaterra, e depositar na conta inglesa da Maria. Entendeu como é simples?

O aporte de grandes empresários por trás do Transferwise permite reservas financeiras em mais de 50 países e assim, garante que eles nunca tenham que realmente transferir o  dinheiro de um país para outro.

A ideia é genial e nós inclusive já utilizamos o serviço. O dinheiro saiu de uma conta a outra em menos de uma semana e com uma taxa de conversão justa.

UTILIZANDO O SERVIÇO:

Para transferir dinheiro com o Transferwise é preciso se cadastrar no site (veja aqui) e colocar dados do cartao,, endereço e etc, tudo para, segundo os criadores, evitarem lavagem de dinheiro e outras fraudes.

Se você ainda está na dúvida, dê uma olhadinha na internet que tá cheio de matérias positivas sobre os caras. E aproveite, porque não acho que uma ideia como essas, que deixa a vida mais simples, barata e de quebra ainda nos permite evitar taxas bancárias, vá durar por muito mais tempo. Rs.

Sobre os autores:

Fernanda Kiehl e Tiago Ferraro estão viajando pelo mundo desde dezembro de 2014 e já conheceram mais de 30 países. Apaixonados por culturas e conhecer pessoas, eles buscam enxergar o mundo através de diferentes perspectivas.
Criaram o site Monday Feelings para contar suas histórias, dar dicas de viagem e planejamento e incentivar aqueles que também sonham em conhecer o mundo.

Para saber mais e acompanhar a aventura do casal, confira o site do Monday Feelings ou siga no Facebook (Monday Feelings) e no Instagram (@mondayfeelings).

Quer conhecer mais sobre as InsurTechs que estão mudando o setor de seguros no Brasil? Participe do InsurTech Brasil, um encontro onde o mercado se reunirá para discutir os próximos passos da inovação nessa indústria. Garanta sua vaga aqui.