Viver de Crédito está ajudando corbans a reduzir custos, criar inovação e escalar a produção através de metodologia baseada no momento fintech

As fintechs têm revolucionado o mercado financeiro e mostrado que é possível implementar práticas disruptivas e criar inovação nesse mercado.

Esse movimento mostrou para outras empresas do segmento como é importante incorporar a tecnologia ao DNA organizacional para se manter relevante e acompanhar os novos hábitos e desejos do consumidor moderno. 

Nesse cenário, o correspondente bancário – profissional que intermedia as operações de crédito entre os bancos e o consumidor final – se encontra em uma posição delicada. 

Ele sabe que precisa evoluir para atender melhor seu público, mas não entende bem como fazer a transformação para o digital, uma vez que muitos bancos ainda encontram dificuldades para aderir às práticas digitais. 

A Viver de Crédito surgiu para ajudar o correspondente bancário a solucionar esse entrave. 

Fundada em 2018, a startup especializada em transformação digital e posicionamento para os corbans(apelido dos correspondentes bancários) está reinventando o mercado de crédito e ajudando empresas do setor a usar a tecnologia a favor dos seus negócios. 

“Nosso objetivo é ajudar o correspondente bancário a “trocar a turbina do avião em pleno voo”. Queremos elevar essas empresas que ainda não exploram o real potencial do mercado de crédito digital ao patamar das grandes fintechs e bancos digitais”, diz Rosa Oliveira, CEO do Viver de Crédito. 

Para isso, a Viver de Crédito desenvolveu o conceito corbantech (correspondente digital + fintech), uma metodologia que serve como base das consultorias, treinamentos e serviços que a startup que oferece. 

O termo ainda é recente na comunidade, mas “corbantech” também já é a forma como muitos dos correspondentes bancários digitais que estão surgindo têm se posicionado.

Um dos principais produtos da marca é o projeto Corban Digital, um pacote de serviços que permite que o correspondente bancário tenha uma plataforma digital completa para atrair clientes, atendê-los e convertê-los usando a Internet. 

O produto incorpora ferramentas de inteligência artificial, APIs e automação de marketing, balizando a sinergia de UI Design e UX Design,para tornar a operação do corban mais ágil, econômica e escalável e interativa.

Os projetos finalizados recebem o seal logo“Correspondente Bancário Digital” que chancela a companhia de acordo com os parâmetros de performance digital, experiência do usuário, postura ética e boas práticas no mercado de crédito. 

Luiza Olinda, COO da Viver de Crédito explica a importância dessas ferramentas: “aproximar recursos tecnológicos, como a IA, do correspondente bancário é algo pioneiro. Queremos empoderar todo um mercado que estava carente de tecnologias realmente relevantes para seu nicho”.  

A meta da Viver de Crédito é fechar o ano de 2019 com mais 25 projetos entregues, além do lançamento de 2 cursos online e uma conferência presencial sobre posicionamento e transformação digital com conteúdos exclusivos para correspondentes bancários.

Quer conhecer mais sobre as fintechs que estão mudando o setor de Crédito no Brasil? Participe do Cred-Tech Brasil, um encontro onde o mercado se reunirá para discutir os próximos passos da inovação nessa indústria. Garanta sua vaga aqui.