Estudo da Simplic revela que mais de 100 mil brasileiros solicitaram empréstimo online para empreender em 2019

Mais de 1,3 milhões de empresas foram abertas no Brasil nos primeiros 6 meses do ano

A economia do Brasil está em recuperação e este movimento se deve, entre outros fatores, ao empreendedorismo. Só no primeiro semestre de 2019 foram abertas cerca de 1,3 milhões de empresas, segundo dados do Empresômetro. Entretanto, nem sempre o empreendedor tem condições financeiras para iniciar seus planos e o empréstimo online surge como alternativa.

Um levantamento realizado pela Simplic (www.simplic.com.br) – primeira fintech no Brasil a oferecer empréstimo 100% online para pessoas físicas com valores que variam de R$ 500 a R$ 3.500 – revela que mais de 100 mil brasileiros solicitaram e receberam um empréstimo online com o objetivo de abrir o próprio negócio em 2019.

“O crédito online está crescendo no país e é alternativa segura para quem quer empreender e não consegue crédito em instituições financeiras tradicionais”, destaca o diretor-executivo da Simplic no Brasil, Rogério Cardozo.

Empréstimos online propõem ajudar a diminuir desemprego no país

Segundo o IBGE, são mais de 13 milhões de brasileiros desempregados no Brasil. O diretor da Simplic explica que o empréstimo online pode ajudar indiretamente outras pessoas a se recuperar financeiramente e mudar o cenário da economia do país.

“O acesso fácil ao crédito pelas fintechs, além de ser mais prático e rápido que as instituições tradicionais, possibilita que o brasileiro use este dinheiro para abrir novos negócios ou resolver pequenos imprevistos que geram despesas urgentes. O crescimento da empresa faz com que o empreendedor contrate mais funcionários, o que pode ajudar a resolver o problema sério de desemprego no país”, analisa Rogério.

Fintech se destaca ao realizar empréstimos para pessoas que são recusadas por instituições financeiras

Fundada em 2014, a empresa é uma opção de crédito pessoal online para pessoas que normalmente não tem acesso a esse produto nas instituições financeiras convencionais.

Com uma ferramenta, que relaciona mais de 200 variáveis, a fintech simplifica todo o processo de concessão de empréstimo e faz uma análise de dados mais personalizada para cada pessoa, concedendo a possibilidade de crédito até mesma para negativados, os quais já somam 63 milhões no país, segundo o SPC Brasil.

Por dia, a empresa analisa mais de 6 mil solicitações de empréstimo de pessoas de todo o Brasil. “O objetivo da Simplic é facilitar a aprovação de empréstimo com segurança e inovação. Para solicitar o crédito, o cliente faz a simulação no site pelo computador ou celular. O cadastro não leva nem 5 minutos e ele fica sabendo na mesma hora se está pré-aprovado e pode receber o dinheiro na conta em menos de 24 horas. A empresa oferece uma avaliação mais qualificada, o que permite atender clientes que não conseguem crédito em instituições financeiras tradicionais”, finaliza Rogério.

Quer conhecer mais sobre as fintechs que estão mudando o setor de Crédito no Brasil? Participe do Cred-Tech Brasil, um encontro onde o mercado se reunirá para discutir os próximos passos da inovação nessa indústria. Garanta sua vaga aqui.