Após aporte, fintech cria tecnologia que conecta sua plataforma de análise de crédito com sistemas de empresas que queiram dar acesso ao crédito pré-aprovado aos seus clientes, incluindo negativados e desbancarizados

De olho no aumento crescente de pessoas que estão buscando crédito, incluindo quem está com o CPF negativado e quem não tem conta em banco, a EasyCrédito quer expandir sua atuação. A fintech, que conecta pessoas físicas que precisam de dinheiro com empresas que oferecem empréstimos, cartões e financiamento, acabou de receber um aporte de R$ 2,5 milhões em uma rodada de investimentos do Criatec 2, fundo gerido pela Crescera Investimentos (anteriormente Bozano).

Dentro de sua estratégia de expansão, a EasyCrédito está lançando APIs (interfaces de programação de aplicações) que permitem que qualquer empresa possa oferecer, no seu canal de venda, a opção de o cliente solicitar análise de crédito junto às instituições financeiras e fintechs parceiras da plataforma da fintech, que hoje, são 32.

“A EasyCrédito alia uma plataforma tecnológica sólida em um mercado promissor com um time qualificado e com grande conhecimento. A fintech está muito bem posicionada para se tornar uma das grandes empresas do setor”, afirma Fernando Wagner da Silva, Head de Venture Capital na Crescera Investimentos.

Com a utilização de suas APIs, a meta da fintech é agregar mais de 1 milhão de propostas de crédito na sua plataforma até o final deste ano e chegar a 10 milhões em 2020. “Nós vemos o crédito como uma oportunidade para as pessoas realizarem desejos. Com essa novidade, nossa estratégia é estar presente onde o consumidor está, fazendo com que o crédito esteja mais presente no dia a dia das pessoas”, destaca Marcos Túlio Ramos, CEO da EasyCrédito.

As APIs desenvolvidas pela EasyCrédito possibilitam que empresas de qualquer setor que comercializem algum bem ou serviço possam integrar e compartilhar dados com a plataforma da fintech, beneficiando os clientes com um acesso mais conveniente às linhas de crédito.

Essa integração também é vantajosa porque, seja no ambiente on-line ou offline, uma empresa, um comerciante e até profissionais de campo, como um corretor de seguros, podem simular um pedido de análise de crédito, em acordo com o cliente, e oferecer o acesso a uma linha de financiamento já pré-aprovada aos seus consumidores.

Para o consumidor, a vantagem é obter crédito pré-aprovado, já que a fintech antecipa a análise de crédito. “Quando alguém estiver buscando por um curso de especialização em um website que tenha nossa API, por exemplo, essa pessoa terá a opção de clicar em um botão para avaliar opções de crédito já pré-aprovados que possam ajudá-lo nessa possível aquisição”, comenta Ramos, ressaltando que o crédito adquirido pode ser utilizado, inclusive, para outros fins, como pagamento de contas pessoais.
Para a fintech, o maior benefício com as APIs será a expansão do seu canal de aquisição de usuários. Antes, as pessoas interessadas em crédito precisavam entrar no site da empresa e preencher um pedido para receber as propostas.

A estratégia da EasyCrédito para para ganhar mercado é levar suas APIs de crédito a empresas de educação, saúde, e-commerce, marketplaces, corretoras de imóveis e de seguros, além de correspondentes bancários. Para a fintech, o desafio é mostrar às companhias que a integração de seus sistemas com a plataforma da fintech gera valor para o negócio. “Além disso, segundo Ramos, as empresas são remuneradas pela taxa de sucesso de empréstimos realizados pelos seus clientes. Então, isso passa a ser mais uma fonte de receita para elas.

Crédito mais assertivo

A EasyCrédito analisa o perfil de crédito do consumidor e faz um match entre pessoas que precisam de crédito com instituições financeiras e fintechs, utilizando um algoritmo próprio. Feito isso, automaticamente, a plataforma indica as melhores opções, ou seja, aqueles produtos em que a pessoa tem maior chance de ter sua solicitação aprovada.

“Nossa tecnologia aumenta a satisfação das pessoas devido à praticidade que oferece na busca de crédito acessível em diversas instituições financeiras parceiras de uma única vez. Por outro lado, nossos parceiros conseguem atrair melhor seus clientes-alvo”, explica o executivo, ressaltando que quem está negativado também pode ter mais chance de conseguir crédito utilizando a plataforma da EasyCrédito, pois alguns dos parceiros oferecem produtos específicos para pessoas com esse perfil.
A fintech também elimina a burocracia e o constrangimento do consumidor na busca por crédito. O usuário da plataforma da EasyCrédito sabe, antes de sair de cassa, se a loja ou empresa onde ele quer comprar vai aprovar o seu crédito.

Sobre a EasyCrédito

Criada em 2016, em Goiânia (GO), a EasyCrédito conecta pessoas que precisam de crédito com empresas que oferecem empréstimos, financiamentos e cartões de crédito. A plataforma digital oferece uma experiência de contratação de crédito online com foco no perfil do consumidor para aumentar as chances de ele ter seu crédito aprovado. A fintech faz parte das empresas residentes do inovaBra Habitat – espaço de coworking do Bradesco, em São Paulo. Atualmente a plataforma possui mais de 2,5 milhão de propostas de crédito analisadas e mais de 32 parceiros financiadores.

Quer conhecer mais sobre as fintechs que estão mudando o setor de Crédito no Brasil? Participe do Cred-Tech Brasil, um encontro onde o mercado se reunirá para discutir os próximos passos da inovação nessa indústria. Garanta sua vaga aqui.