Conheça a Safeticket, uma das cinco startups selecionadas para o 2º batch do Programa de Aceleração Visa 2019

A baiana Safeticket surgiu em 2012 com um objetivo muito claro na mente do fundador Uasden Ferreira, revolucionar o mercado do entretenimento. De lá para cá já foram mais de 12 milhões de ingressos emitidos, tanto online quanto offline, e na carteira de clientes, os maiores produtores de eventos do Nordeste.

A plataforma pode ser usada como whitelabel, mas eles também trabalham com a impressão de ingressos em lojas físicas via POS ou via totens com apps integrados. Além disso, nos últimos anos a startup tem trabalhado cada vez mais para desenvolver a tecnologia dentro de sua plataforma, com o objetivo de ser mais do que uma fornecedora de ingressos, mas sim uma empresa 360º, oferecendo uma gama de serviços para o mundo do entretenimento.

Um dos diferenciais da Safeticket é justamente o fornecimento de dados para os produtores, que por meio de um dashboard conseguem acessar todas as informações referentes à seu evento, como por exemplo, perfil do público, qual forma de pagamento utilizada, facilitando assim a tomada de decisões.  

“Nós já temos a expertise no mercado de eventos, agora queremos expandir nosso negócio para ser a plataforma mais completa do país. O objetivo, principalmente com o Programa de Aceleração Visa, é trabalhar em novas ideias e soluções que possibilitem isso”, explica Uasden Ferreira, CEO e fundador da Safeticket.

Sobre o Programa de Aceleração
O Programa de Aceleração Visa está em seu terceiro ano e em 2019 já selecionou a primeira turma de startups. Cinco foram escolhidas para o 1º batch de 2019, para passar por um processo de imersão, bootcamp, mentorias com executivos da Visa e duas semanas no Vale do Silício, nos Estados Unidos.  
No total, o Programa de Aceleração Visa selecionou 58 startups ao longo destes anos. Só no ano passado, 43% das startups do 1º batch e 29% do 2º batch fecharam contratos com a Visa e/ou clientes e parceiros, totalizando 14 negócios fechados até o momento. Outras 15 oportunidades comerciais ainda estão em discussão e devem ser concretizadas nos próximos meses.

Quer conhecer mais sobre as fintechs que estão mudando o setor de Crédito no Brasil? Participe do Cred-Tech Brasil, um encontro onde o mercado se reunirá para discutir os próximos passos da inovação nessa indústria. Garanta sua vaga aqui.