Depois da migração para a fintech em julho de 2019, das 4 mil TEDs realizadas mensalmente pela empresa de delivery, apenas 7% retornam

Há mais de dez anos no mercado de delivery, o AiQFome — plataforma online para restaurantes 100% brasileira — adotou, em julho 2019, a solução de payout da Transfeera, startup open banking, que simplifica o processo de transferências quando clientes precisam pagar diversos fornecedores. O objetivo era diminuir os custos das transferências TED e proporcionar uma melhor experiência para os clientes e usuários do aplicativo. O AiQFome atua em todos os estados do Brasil, com mais de um milhão de usuários cadastrados na plataforma, além de uma frente de internacionalização para o Chile. 

Em meio a uma escalada rápida em número de parceiros e restaurantes cadastrados, e ainda um grande potencial de crescimento do negócio, a empresa entendeu que seus processos de transferências referentes aos valores das vendas aos restaurantes não podiam mais ser feitos manualmente. O AiQFome chegou a utilizar soluções de instituições tradicionais, passando por dois bancos. 

“Nosso principal problema era a falta de um relatório de retorno de transferências que indicasse os motivos pelos quais elas não davam certo. Isso dificultava o suporte, que não tinha uma informação clara para repassar ao restaurante cuja transação havia falhado”, comenta Gustavo Rangel, Gerente Financeiro do AiQFome. Ele afirma ainda que a escolha da Transfeera foi pautada pela facilidade de operação, inteligência, simplicidade e agilidade da plataforma.

Resultados

Depois da implementação da solução de payout, houve redução das taxas de transferências bancárias, transparência nas informações — já que ficou mais fácil para o AiQFome retornar aos restaurantes apontando o motivo de falha, caso ela ocorra —, e redução das demandas de suporte — como os clientes recebem as confirmações por e-mail, foi eliminada a necessidade de confirmar os detalhes com o suporte. 

Rangel afirma ainda que depois da migração para a Transfeera, realizada em julho de 2019, das 4 mil TEDs feitas mensalmente pelo AiQFome, apenas 7% retornam. O gerente financeiro revela que pretende utilizar também a solução de validação de contas da Transfeera: atualmente são repassados aos restaurantes os valores das vendas de 30 dias atrás, o objetivo é antecipar tudo para não haver espera, aumentando o número de transferências. 

Sobre a Transfeera

A Transfeera desenvolve uma plataforma tecnológica que automatiza a rotina de pagamentos das empresas a fornecedores, gerando economia a cada transferência realizada entre diferentes bancos e reduzindo os riscos e o esforço operacional deste processo. A empresa também atua com validações bancárias, proporcionando segurança para as empresas contratantes e evitando fraudes. Em 2019 a fintech cresceu 10,5% ao mês e 50% em faturamento em relação ao ano anterior. A empresa já movimentou cerca de R$ 1 bilhão, realizando cerca de 1 milhão de pagamentos. No seu portfólio com mais de 150 clientes, a Transfeera apresenta iFood, Rappi, PayGo, Vakinha, Ebanx, Paggue, Unilever, Kimberly-Clark, Whirpool e General Mills.

Quer conhecer mais sobre as InsurTechs que estão mudando o setor de seguros no Brasil? Participe do InsurTech Brasil, um encontro onde o mercado se reunirá para discutir os próximos passos da inovação nessa indústria. Garanta sua vaga aqui.