Apesar dos avanços nas tecnologias de comunicação e internet, a forma como as transações financeiras são registradas no mundo inteiro ainda considerada, por muitos, obsoleta – principalmente quando compradas à Blockchain.

E obsolência, como todo empreendedor deve saber, é algo que prolonga processos, eleva custos e diminui a segurança dos usuários – o que é ruim tanto para as empresas como para os consumidores.

Felizmente, a tecnologia Blockchain está mudando a forma como transações são registradas. Além de agilizar os processos e reduzir seus custos, ela torna as trasações feitas nela muito mais seguras e transparentes.

É por isso que não só bancos, como também empresas de vários outros setores estão buscando formas de implementá-lo em suas soluções.

A seguir, mostraremos tudo o que você, empreendedor, precisa saber sobre Blockchain.

O que é e como funciona o Blockchain?

Para facilitar a compreensão, utilizaremos como exemplo o mercado de madeiras.

A jornada da madeira, desde a floresta até o consumidor final, envolve uma série de etapas. Cada uma delas depende de intermediários, como empresas, bancos e órgãos reguladores, que contam com inúmeros colaboradores, contadores, comerciantes, advogados, etc, para realizarem as transações.

Todas essas etapas aumentam o prazo em que a madeira leva para chegar ao consumidor e, consequentemente, o seu custo final. E é por causa dessa demora e também da burocracia envolvida que muitos comerciantes optam por comprar madeira ilegal, o que impede governos de arrecadarem impostos e consumidores de adquirirem produtos legais.

Blockchain resolve todos esses problemas, ao agilizar as etapas da cadeia e torná-las mais transparentes.

Essa tecnologia disponibiliza a todos os envolvidos nela um registro altamente seguro das transações, chamado de ‘livro-razão’, ou ledger em inglês. Nele, são registradas todas as transações feitas na cadeia, independentemente da quantidade.

Assim que cada transação ocorre, ela é colocada em um bloco. Esse bloco recebe um código e é conectado ao anterior, gerado por uma transação antecedente. E uma vez conectado e colocado na cadeia de blocos (no inglês, Blockchain), um bloco não pode ser alterado ou apagado, nem mesmo pelo administrador do sistema, o que evita fraudes.

E como o livro-razão (ledger) é distribuído, ou seja, é público e suas transações são compartilhadas com todos os participantes de um sistema (com exceção de seus detalhes, que só podem ser acessados por quem as realizou), nenhuma pessoa, empresa ou pode controlá-lo.

Por que essa tecnologia é vantajosa?

O Blockchain é vantajoso por três motivos principais:

1. Agiliza a realização das transações

No caso da cadeia de fornecimento de madeiras, o Blockchain agiliza e facilita as transações e também o processo de verificação da autenticidade dos lotes. Hoje, os participantes dessa cadeia realizam esse processo por meio de planilhas físicas e sistemas obsoletos, o que leva muito tempo e aumenta os riscos de falha humana.

2. Reduz custos

Processos mais rápidos e assertivos reduzem custos, o que é benéfico tanto para as empresas envolvidas na cadeia como para os consumidores.

3. Aumenta a segurança e a transparência dos processos

Ao final da cadeia, é gerado um registro completo, em ordem cronológica, de todas as transações e processos realizados, desde a floresta até o consumidor final. Isso torna a cadeia mais transparente, evita fraudes e a comercialização ilegal de madeira e também dá maior tranquilidade aos consumidores.

É por causa desses e outros benefícios que organizações de vários setores estão adotando o Blockchain, como o financeiro, o farmacêutico e o da saúde.

No Brasil, empresas como Banco Maré, Ewally, Credit Dream e Alpha Ledger já utilizam essa tecnologia em seus produtos e serviços.

Ao contrário do que muitas pessoas fazem parece, a tecnologia Blockchain hoje pode ser entedida perfeitamente por qualque empreendedor.

Acompanhe os próximos conteúdos da Conexão Fintech para continuar aprendendo ou deixe um comentário com a sua dúvida – vamos continuar esta conversa logo abaixo!

Quer conhecer mais sobre as fintechs que estão mudando o setor de Crédito no Brasil? Participe do Cred-Tech Brasil, um encontro onde o mercado se reunirá para discutir os próximos passos da inovação nessa indústria. Garanta sua vaga aqui.